[ENTREVISTA] Luiz, vendedor de loja em navio de cruzeiro.

Sempre gostei de trabalhar com vendas. Sem falsa modéstia, entendi que tinha a personalidade certa com perfil para me tornar um vendedor de destaque. Foquei minha vida profissional nesta área. Na minha cidade natal, Balneário Camboriú, trabalhei anos com vendas no comércio e relações públicas. Decidi participar de uma palestra sobre trabalho a bordo que foi realizada em minha cidade. A partir daquele dia, foquei todas as minhas energias para conseguir uma vaga em uma das lojas de um navio. Embarquei em 2004, em um navio da Pullmantur Cruises. Trabalhei dois contratos de vendedor. No terceiro contrato fui subgerente e em 2007 embarquei como gerente pra fazer a temporada na Europa.  Trabalhar a bordo foi um sonho realizado, uma vida de vitórias, com alguns momentos difíceis de adaptação (o que é normal). Porém, coloquei meu potencial em prática e consegui ter destaque. Fui parabenizado por colegas e passageiros que me consideravam uma pessoa agradável. Hoje, meu currículo é um resumo do que eu fiz e fui a bordo.  Aprendi o Inglês a bordo, um pouco de Italiano e trouxe comigo essa experiência para colocar em prática aqui “em terra”. Conheci minha esposa a bordo, o que completa a minha historia de êxitos e conquistas trabalhando em um navio. Minha esposa é fotógrafa e juntos abrimos um estúdio de fotografia em nossa cidade. Graças ao trabalho a bordo, conseguimos juntar dinheiro para comprar equipamentos e montar nosso próprio negócio. Estou casado, feliz e sou pai de uma menina linda, fruto de um amor de navio.

Trabalhar no Exterior - Cruzeiros

1 – Por que você resolveu candidatar-se a vaga de vendedor?

 R: Trabalhei muitos anos no comércio. Gosto de ter a oportunidade de fornecer ao cliente informações sobre os produtos de uma maneira divertida e atenciosa. Sempre gostei muito de vender e sempre acreditei no meu potencial como vendedor.

2 – Qual o processo para a seleção no departamento de lojas em um navio de cruzeiros?

R: Uma agência de recrutamento de Curitiba iria realizar palestra em Camboriú, minha cidade natal. Representantes da agência receberiam currículos. Fui selecionado e participei de uma entrevista. A agência me informou que a minha entrevista seria realizada por uma pessoa da própria companhia e que a entrevista seria em inglês e em espanhol também – e foi isso que de fato ocorreu. Uma das perguntas realizadas foi:

– Aqui diz que você fala fluente espanhol e inglês básico, porque você acha que eu deveria contratá-lo para esta vaga?

Respondi que se tivesse uma oportunidade de aprender a bordo, eu prometeria melhorar para continuar trabalhando na companhia. Também me perguntaram se eu gostava do departamento de vendas e se eu teria algum problema em viajar e trabalhar com diferentes nacionalidades. Precisei mostrar interesse de crescer com a empresa.

 

Trabalhar no Exterior - Cruzeiros3 – Normalmente as lojas a bordo de uma navio de cruzeiro são empresas terceirizadas ou seja, concessionárias que prestam serviços para a empresa de navio. No seu ponto de vista, existe muita diferença em trabalhar para uma  concessionária ou diretamente para e empresa de navio?

 R: Sim, quando você trabalha para concessionária é mais tranquilo. Já diretamente com a companhia de cruzeiros, temos uma carga um pouco mais cobrada, mas ao mesmo tempo o salário é um pouco melhor. Pela companhia temos a oportunidade de crescer em outros departamentos e pela concessionária você tem a oportunidade de ser gerente em outros navios, o que também é interessante.

4 – Qual foi a sua impressão ao ingressar em um navio pela primeira vez?

R: Incrível, perfeito, um mundo à parte. Sentia-me muito feliz por estar viajando e ganhando ao mesmo tempo. No início, foi um pouco difícil a minha adaptação, mas após um mês, já estava acostumado. A cada contrato me sentia mais animado e com vontade de viver destinos e navios diferentes.

5 – O que você mais gostava de fazer no cargo de vendedor?  

R: Gostava de cuidar do setor de relógios, apresentar aos clientes os diferentes modelos e as novidades. Era divertido porque eu mostrava conhecimento, ajudando a despertar o interesse do cliente.

 

6 – Quais as vantagens de se trabalhar como vendedor(a) de loja a bordo?  

R: Uma vantagem divertida, é que você tem o dia livre no porto. As lojas por serem um duty free, não abrem quando o navio esta atracado. Muitas vezes você pode conhecer lugares, almoçar fora do navio, passear com amigos e fazer muitas fotos. Conheci e aprendi viajando! Trabalhar no Exterior - Cruzeiros

7 – Qual dica que você daria aos candidatos que almejam uma vaga como vendedor (a) nas lojas de um navio?

R: Você precisa ser dedicado, prestativo e comunicativo. Colocando em prática tudo isso, você tem chances de ser um ótimo vendedor. Seja paciente a todo o momento! Se cometer um erro, não tenha medo. Melhore a cada dia conhecendo da loja e os produtos com que trabalha. Assim, com certeza, as possibilidades de você ser chamado para retornar em outro contrato são grandes.

 

8 – Existe alguma desvantagem? Caso sim, cite um exemplo?

R: Desvantagem não existe, na minha opinião.  O único dia que você trabalha muito é no dia de navegação, que não é negativo, isso acaba ajudando muito na meta da semana.

9 – O que você trouxe na bagagem após uma experiência como essa?

R: Conhecimento de outras culturas, amadurecimento profissional, novos idiomas, amigos de todos os lugares do mundo.

OBS.: Jamais usei o jeitinho brasileiro! Sou honesto e trabalhador. Por esta razão, cheguei a ser gerente de loja por duas vezes! Confiança e credibilidade foram o que me tornaram um profissional de destaque dentro do departamento.

Trabalhar no Exterior - Cruzeiros

 

 

Luiz e a esposa Elen mantém o próprio estúdio fotográfico, fruto da experiência de ambos nos cruzeiros. Se quiser conhecer o trabalho deles, visite a página Elen Gorski Fotografia, curta a Fan Page Elen Gorski ou encontre-os pessoalmente na cidade de Canoas-RS.

Comments

comments

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[an error occurred while processing this directive]
- sales7 - cheaps5