Ilha de Malta

Para quem está afim de uma aventura em um lugar diferente – seja para estudar inglês, ou por conta do seu trabalho em um cruzeiro.

Quando começamos a fazer pesquisas sobre intercâmbio, normalmente estão na nossa lista de opções países super populares entre outros intercambistas devido à estrutura, tradição e condições gerais para o estrangeiro. O que muitos brasileiros nem imaginam é que existem opções de intercâmbio por lugares inusitados que são igualmente receptivos e interessantes. O mercado de intercâmbio no ano 2013 teve um crescimento de 11%, possibilitando novas opções para quem sonha em estudar e trabalhar no exterior.

Particularmente, acho interessante incluir na sua lista a Ilha de Malta. Localizada no mar Mediterrâneo entre a Sicília (sul da Itália) e o norte da África (na linha reta da Tunísia), ela também oferece intercâmbio para quem quer aprender inglês e vivenciar uma nova cultura. Como já fui para lá e amei, decidi que era hora de contar para vocês dessa experiência maravilhosa que tive em Malta. Amo essa ilha e acho que todo o brasileiro que tem condições de viajar deve visitar Malta.

Normalmente o destino procurado por brasileiros possui características como sol, calor, praia – sim, sim e sim para Malta! Além de tudo, essa ilha possui uma arquitetura de tirar o fôlego. Malta é o lugar perfeito para estudar inglês.

A Ilha de Malta teve  uma longa e colorida história que remonta ao início da civilização. Os fenícios, cartagineses, romanos e bizantinos, todos deixaram suas marcas nas ilhas.

Malta é principalmente composta de calcário e seus montes são baixos, medindo no máximo cerca de 300 metros, além disso a ilha possui vários  rios. O lado do Sudoeste da ilha é composto de muitas falésias, enquanto no lado Nordeste a costa é recortada com portos protegidos. É um cenário apaixonante para quem, como eu, chega navegando do Mediterrâneo.

O clima é Mediterrâneo: verão subtropical, com invernos suaves e chuvosos. A ilha possui uma população de 418.000 composta principalmente por uma mistura de Árabes, Sicilianos, Espanhóis, Italianos e Ingleses. A religião: Católica Romana, 98%, o idioma: Maltês e Inglês (oficial) tendo 93% da população alfabetizada. A moeda local é o Euro, que no momento equivale a 2,95 dólares americanos e 7,50 reais.

Recomendo na primeira semana você realizar o passeio no ônibus World Wide  City-Sightseeing Hop on Hop off, o famoso ônibus de dois andares com preço super acessível que passa nos principais pontos turísticos da Ilha. Assim você consegue criar uma lista de quais pontos almeja visitar primeiro.

Em cima do open deck bus apontando para minha casa (o navio).

Em cima do open deck bus apontando para minha casa (o navio).

ONDE ESTUDAR 

Descobri que Malta possui uma lista muito variada de escolas de idiomas, para todos os bolsos – consulte também uma agência de intercâmbio que trabalhe com escolas na ilha! A experiência de um profissional poderá ser de extrema importância na hora da decisão da escolha da escola, te ajudando a identificar não apenas boas promoções mas também diferenciando os pacotes em termos de qualidade e conteúdo. O site Visit Malta poderá auxiliar o início da sua pesquisa. A partir dali, identifique escolas de seu interesse e procure por representação no Brasil.

Outra característica marcante é que você raramente encontrara outros brasileiros em Malta. Isso faz com você tenha que falar inglês a todo o momento! Os estudantes muitos são de países como a Alemanha, Republica Tcheca, Rússia, Eslováquia e Espanha.

CUSTO 

Um pacote de um mês pode custar cerca de R$ 4.000,00 reais em uma escola. Normalmente é o menor custo em comparação com outras capitais do mundo. Malta possui preços acessíveis também para os produtos essenciais como de higiene pessoal e alimentação.  O custo de vida é parecido com o de Brasil se compararmos os dois países. Outra característica é que  não se nota muita diferença de classe social. Por exemplo, você não vê pessoas pedindo esmolas ou assaltos (sim, furtos) e há pouco desemprego.  O custo de vida é adequado para o padrão Europeu. Em relação à comida, os preços são bem em conta e é possível comer bem sem gastar muito.

 Exemplo de alguns valores, em média:

  • Pacote de massa: 1,50 euros
  • 1 dúzia de ovos: 1,30 euros
  • 6 cervejas de garrafas pequenas: 2,50 euros
  • 1 kg arroz : 2 euros

VISTO 

Para os brasileiros que almejam estudar em Malta por um período menor há 90 dias, não é necessário visto para entrar no país. Normalmente, para quem pretende ficar mais tempo Malta, a escola auxilia na obtenção do visto e na extensão do prazo de estudos.

Confira as dicas do site Bora Pra Malta

Entre as exigências, o estudante deverá demonstrar que possui o montante necessário para se sustentar, seguro saúde e carta de matrícula.

As leis de trabalho são restritas, estrangeiros precisam de um visto de permissão de trabalho. Cidadãos europeus podem solicitá-lo por até um ano, já procedentes outros países precisam encontrar um empregador disposto a auxiliar nos trâmites (ele precisará comprovar que não encontrou um maltês para preencher a vaga).

Quem preferir, pode conhecer Malta também a bordo de um navio, basta ficar de olho e se candidatar para trabalhar em cruzeiros! Já escrevemos vários posts sobre cruzeiros (clique aqui).

Consulte o agente de viagens de sua confiança para receber a informação atualizada sobre vistos.

HOSPEDAGEM 

Em relação à hospedagem você tem várias opções. Você pode hospedar-se em um flat sozinho ou com mais alguém, hospedar-se em casa de família ou residências estudantis. Nas casas de família você pode encontrar famílias de malteses, ingleses, italianos etc. Já nas residências estudantis, você encontra estudantes da Alemanha, Rússia, Bulgária e resto da Europa, porém os valores das residências são mais caros, se você quiser um apartamento privado, por exemplo. Leve em conta que o aluguel em Malta é barato se compararmos com os padrões europeus. Em Malta e possível encontrar um apartamento  com quarto, sala, cozinha e banheiro por cerca de 400 euros ao mês. O segredo, como sempre, é pesquisar.

FESTAS 

A ilha é conhecida por ser um point de baladas de verão para muitos europeus. Em Sliema estão localizados os pubs e boates mais agitados e frequentados de Malta. Em Pacieville existem festas gratuitas, mas fique atento, é importante ter muito cuidado. Tem estudante que se empolga nas baladas e acaba perdendo muitas aulas…Existem casos de estudantes que foram deportados de Malta por oficiais da imigração, por não comparecerem às aulas, depois a culpa é da balada… O estilo de música das festas varia entre o eletrônico e os ritmos latinos.

Trabalhar no Exterior - Malta

Se mesmo após toda essa informação você ainda se pergunta: – Por que essa louca esta sugerindo estudar inglês em uma ilha no meio do mediterrâneo ? Eu explico.

Porque, em minha opinião, Malta é uma jóia no coração do Mediterrâneo. Três ilhas, uma combinação de diversidade cultural, história e um paraíso para os apaixonados pelo mar. Dizem que em Malta estão escondidos os segredos da cidade perdida de Atlântida. Seu povo é simpático e bem-humorado, a ilha é um caleidoscópio atemporal de diferentes civilizações, uma fusão de culturas e uma história como nenhuma outra. Possui praias de águas cristalinas de uma beleza natural impressionante. Abriga turistas de todos os lugares do mundo e oferece a possibilidade de um intercâmbio cultural extremamente positivo.

Fontes: Bora pra Malta, Visit Malta.

 

Precisa ver mais? Dá uma olhadinha no meu passeio por lá nesse vídeo:

Comments

comments

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[an error occurred while processing this directive]
- sales7 - cheaps5