[ENTREVISTA] MARÍLIA, SPORT STAFF EM NAVIO DE CRUZEIROS

Uma vontade de liberdade extrema surgiu, e decidi viajar logo após o término da minha graduação. A vida a bordo é muito marcante e cheia de histórias; decidi narrar minha sede por viagens no meu blog Pimentices, e compartilhar a minha jornada. Sou formada em educação física pela PUCRS, trabalhei por 5 anos na Royal Caribbean. Atualmente trabalho no hotel Sheraton. Em breve, desejo viajar e estudar no exterior, em terra. Sport Staff Royal Caribbean

Cruise Ship Sport Staff Royal Caribbean

 1 Por que você resolveu candidatar-se a vaga de Sport Staff?

R: Pela minha formação em educação física e paixão por trabalhar com esportes.

2 Qual o processo de seleção para a vaga de Sport Staff em um navio de cruzeiros?

R: Tive que me cadastrar em uma agência contratante, chamada Infinity Brazil; eles que iniciavam o processo seletivo e encaminhavam candidatos para as companhias de cruzeiro.

3 O que é necessário possuir no seu currículo para candidatar-se a uma vaga de Sport Staff?

R: Preferencialmente formação acadêmica na área desportiva, habilitação ou cursos específicos para trabalhar, por exemplo, em paredes de escalada. Inglês fluente e conhecimento em outras línguas facilitam a aprovação. A maioria das companhias pedem curso STCW para embarcar, bem como passaporte e vistos necessários, porém isso é solicitado mediante aprovação nas entrevistas. 10744964_820044434685210_127330723_n

4 Qual foi a sua  impressão ao ingressar em um navio pela primeira vez?        

R: Achei todos muito carismáticos e acolhedores, me falavam “seja bem-vinda a bordo” e sorriam. Achei difícil de me localizar no começo, mas nos adaptamos rápido. Os colegas sempre ajudam muito e formamos laços estreitos de amizade desde o início. Meus colegas foram sociáveis e hospitaleiros.

 Cite as funções que você mais gostava de executar neste cargo?                                                             

R: Eu gostava de trabalhar no simulador de surf, flowrider, e adorava participar das apresentações, das festas de anos 70, dançando, dos desfiles com pernas de pau. Essas eram as atividades mais divertidas que eu executava.10745108_820044671351853_518885842_n10748595_820045941351726_258721361_n

– Quais as vantagens de se trabalhar como Sport Staff a bordo dos navios da Royal Caribbean?                   

R: Como sports staff podíamos acessar as áreas de passageiros, desde que vestidos conforme o traje pedido, ir aos restaurantes, que tinham comidas maravilhosas. Podíamos usar a academia mais bem equipada, desfrutar das festas e tomar banhos de sol, nos momentos de folga. A rotina de trabalho era divertida, porém exaustiva às vezes, mas sempre bem dinâmica, principalmente no flowrider. Podíamos treinar sempre que o flowrider estava fora de uso.

Qual dica você daria aos candidatos que almejam uma vaga como Sport Staff de um navio?

R: Trabalhe com gosto, sorriso no rosto e divirta-se. As folgas são compensadoras.

Existe alguma desvantagem? Caso sim, cite um exemplo?                                                                    

R: O trabalho é quase sempre em áreas externas, passamos por temperaturas extremas de calor, no sol, e também frio e vento, na água do simulador de surf. Protetor solar, óculos, chapéus e roupas de neoprene eram bem importantes. Também a ingestão de água, para hidratar.10479744_820044704685183_1183295485_n10643452_820044491351871_1264597352_n

A empresa fornece uniforme? Você recomendaria algo a mais para o candidato levar para trabalhar a bordo como Sport Staff?                                                     

R: Fornecem alguns uniformes que são descontados do salário, outros eram gratuitos, disponibilizavam também equipamentos de proteção. Eu  gostava de ter os meus próprios neoprenes de surf, mas é uma opção. Alguns sapatos e roupas formais eram de compra e uso pessoal.

10  O que você trouxe na bagagem após uma experiência como essa?                                               

R:  No sentido físico, comprei muitas coisas que eram mais baratas no exterior do que no Brasil. Trouxe também lembranças, trouxe aprendizados, uma melhor comunicação em várias línguas, amigos no mundo todo, conheci, explorei, me apaixonei por diferentes culturas e lugares; trouxe fotos de lugares paradisíacos, sabores de gastronomias diferentes e experiências que só se adquire viajando. Eu trouxe um passaporte mega carimbado, uma mente aberta e mil histórias. Eu trouxe fluência em inglês e palavrões, cumprimentos e cultura inútil de diversas outras línguas; trouxe dinheiro no bolso e currículo invejável, trabalhando na minha área, em empresa de porte internacional. Eu trouxe portas abertas, novas oportunidades, novos desejos, e muita vontade de seguir viajando. Trouxe conhecimentos de geografia, ciência, história, arte, muita coisa que não aprenderia na escola.

Trouxe um coração aventureiro e uma atitude independente, muitas milhas e muitos amores.

Continue curtindo as aventuras da Marília na sua Fan Page Pimentices.

                10799247_820044471351873_743231638_n 10751781_820045794685074_1661428607_n

Comments

comments

2 Comments

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

[an error occurred while processing this directive]
- sales7 - cheaps5